sábado, 28 de outubro de 2017

Cacique


     Morte trágica foi registrada essa semana na cidade. O Cacique Tiãozinho, assim chamado por ser o segundo Capitão de Guarda*, foi vítima de atropelamento, ficou preso ao carro e foi arrastado por cerca de 400 metros - assim noticiou a Gazeta de Minas. Muito se falou sobre o pavoroso episódio que continua sob investigação e assustou toda cidade, mais ainda seus irmãos do Rosário.

     Mas o assunto hoje é vida. Nas minhas anotações fotográficas o "Capitão Bastião do Congado" era fotogênico, pois transmitia estar muito feliz na sua devoção e compartilhava isso demonstrando sempre um sorriso espontâneo nas fotos. Lá nos meus primeiros registros de Congado, na época do filme ainda, eu já esperava pelo "capitão sorridente": era boa probabilidade de ótimas fotos.

     Trago algumas fotos dele feitas neste ano. Um pouco fora do convencional. Na sequência, eu registrava um grupo de jovens caixeiros. O capitão se aproximou, instruiu um deles (não sei se é algum familiar) e continuaram todos o desfile pela Praça XV.






     Na foto abaixo e na foto de capa, registradas no domingo de Descendimentos dos Mastros e Bandeiras dos Santos Padroeiros quando o cortejo já fazia sentido de retorno para os quartéis, ele pega o tamborim e participa do desfile com os catopés. Achei inusitado e registrei, pois ele é da guarda de moçambique. Provavelmente, no momento desta foto ele se despede da Princesa Isabel e da Bandeira, que fica guardada na casa em frente. "Adeus, adeus / adeus até (...)"



     Essa é uma das magias da fotografia: registrar e trazer de volta momentos felizes, um jeito bom que as pessoas devem ser lembradas. Obrigado pelas várias boas fotos Capitão!

Sidney de Almeida, 28/10/2017
*conforme postagem da secretária Heloisa Bispo

MAIS Veja especial sobre a Festa do Rosário em Oliveira



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...